• Arquiteto Elimar do Carmo

DICA: Mofo na Parede, Como Eliminar de Forma FÁCIL, RÁPIDO E BARATO!

Nada pior do que aquela mancha na pintura causada por um mofo!!! Além de prejudicar a estética do ambiente, a presença de mofo ainda pode afetar a sua saúde! Pensado nisso, trouxemos uma receita super fácil e barata para tirar o mofo da parede!

Primeiramente, devemos encontrar a raiz do problema. Para isso, é preciso entender que o mofo é um tipo de fungo que se desenvolve sob a forma de esporos suspensos no ar. Esses microrganismos se aproveitam da UMIDADE local e se espalham pelo ambiente.

Dito isso, devemos sempre ficar atentos ao mofo pois ele pode indicar outro problema muito comum nas casas: infiltração! A melhor coisa a se fazer é eliminar o mofo ao menor sinal de infestação, identificando o foco e limpando as áreas contaminadas para prevenir problemas futuros. Contudo, em casos de mofo causado por infiltração, se não for resolvido o problema de infiltração, o mofo pode retornar novamente depois de pouco tempo. Neste post, você verá os perigos do mofo e aprenderá o passo a passo da limpeza e da prevenção.


PERIGOS DO MOFO

Os danos do mofo na saúde podem começar sutis como uma simples tosse, dor de cabeça ou irritação na pele. Contudo, nem mesmo essas reações infecciosas mais leves devem ser subestimadas. No longo prazo, a exposição ao fungo pode agravar quadros de rinite, sinusite, asma e outros problemas respiratórios, criando uma atmosfera favorável para várias infecções graves, como a pneumonia.

A pneumonia fúngica, inclusive, pode evoluir para um caso gravíssimo de meningite. A doença se inicia quando o fungo é aspirado pela respiração, causando sintomas típicos de uma gripe forte, como febre, tosses, dores no peito e dificuldades para respirar. Após atingir os pulmões, o fungo pode se espalhar para demais áreas do corpo: pele, ossos, membranas, medula óssea e até mesmo no cérebro, ocasionando a temida meningite.

Os cuidados devem ser redobrados em casas com idosos e crianças, pois estes estão mais suscetíveis à contaminação pelos micro organismos do mofo. Em se tratando de mofo em paredes, tetos, mobília, roupas, aparelhos de ar-condicionado etc, todos os fungos deverão ser eliminados.


COMO LIMPAR A PAREDE:

Tudo o que você vai precisar é de um pouco de água sanitária e água normal! Isso mesmo, misturando a água sanitária com a água na proporção 1:1 (o mesmo tanto de água e de água sanitária) e jogando em cima do mofo na parede, você consegue "matar" o fungo e então removê-lo da superfície. Um limpador de superfícies que tenha cloro em sua composição ativa, também funciona do mesmo jeito! Utilize, então, uma escova de cerdas duras, para esfregar a área escurecida e enxágue o local com o auxílio de um pano umedecido.

Assim que você joga a solução de água sanitária, é possível ver a área mofada mudando de cor, isso significa que o fungo está morto. Em casos de mofos que estão a muito tempo na parede, mesmo eliminando o mofo, pode restar manchas na pintura que só serão ocultadas por uma nova pintura.


COMO PREVENIR O MOFO:

  • Deixe que o sol entre no ambiente, a insolação é o melhor antidoto para o mofo. – Mantenha janelas abertas para ventilar o ambiente, principalmente em ambientes sem incidência solar; – Deixe a casa limpa, organizada e arejada. Cômodos com objetos empilhados acumulam umidade e mofo; – Se tiver ar condicionado, utilize a função desumidificadora. Principalmente nos dias chuvosos; – Caso o mofo se forme em decorrência de uma infiltração, a causa da infiltração deve ser solucionada pois caso contrário o mofo retornará ao ambiente em pouco tempo.

Confira também nosso vídeo sobre o tema no nosso canal do YouTube:

Conte pra gente nos comentários o que você achou desta dica!

  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco