• Arquiteto Elimar do Carmo

DECORAÇÃO: Beleza Supérflua ou Ferramenta Valiosa?



Vou começar esse posto com uma pergunta que, pode parecer bem estranha a princípio, mas que tem uma grande reflexão por trás! Considerando que eu coloquei um pouco de água de uma mesma garrafa nesses dois recipientes da foto acima, ao tomar um pouco da água de cada um, qual água seria mais gostosa?

É isso mesmo que você entendeu. Sim, estou considerando que água não tem sabor e não, não estou ficando louco! Essa pergunta não possui uma resposta certa, entretanto ela possui uma resposta. A experiência de tomar a água da taça e/ou do copo são experiências completamente diferentes, e mesmo que você esteja tomando a mesma água, o recipiente possui influência em como você vai perceber/sentir aquele ato.

Este simples ato de tomar um pouco de água não envolve apenas o sentido do paladar, envolve todo o conjunto de sentidos que temos como também as nossas vivências e memórias afetivas. Dentre os mais perceptíveis, temos a visão do copo e da água (tente tomar água com corante e perceba a diferença), o tato sentindo o copo e a temperatura da água, o olfato caso tenha algum cheiro específico (muito presente em águas de filtro de barro por exemplo), e todas as memórias que nos dão o contexto de experiências que já tivemos bebendo água ao longo da vida.


Mas por que estou trazendo isso para vocês em um blog de decoração e arquitetura? Para conduzir vocês a refletirem sobre a importância e o significado da decoração. Quando olhamos pelo lado prático, qual a diferença da taça para o copo? No quesito função eles desempenham o mesmo papel, entretanto a taça possui um apelo mais decorativo que muitos podem agregar como um valor puramente estético e supérfluo, o famoso: decorar apenas para deixar mais bonito!

Entretanto, como podem ver pelo exemplo que trouxe neste post, a decoração pode ir muito além de deixar mais bonito, ela pode desempenhar um papel afetivo, deixando a experiência de viver na sua casa mais agradável e personalizada para você. Entender como a decoração funciona e como ela pode impactar no seu dia a dia melhorando a sua qualidade de vida é um dos pontos principais de um arquiteto/designer. E isso não se aplica apenas para taças e copos, todos os elementos da sua casa, funcionais ou decorativos, contribui para como você vive e percebe o espaço.

Vale ressaltar que, como eu disse no começo, essa pergunta não possui uma resposta correta. Sendo assim, mesmo que a taça pode ter um valor agregado de sofisticação maior que o copo, isso não significa que para todo mundo ela será a escolha mais agradável. Algumas pessoas podem se sentir intimidadas ou deslocadas com a taça, e preferiram o copo americano.

A conclusão que podemos chegar dessa reflexão é que a escolha certa ou errada de um objeto funcional ou decorativo para a sua casa, pode impactar seu dia a dia positivamente ou negativamente. Contudo, não existe uma escolha certa ou errada, sendo particular de cada caso, uma vez que o principal fator de decisão dessa escolha deve ser VOCÊ e todas as experiências que você já passou.

Confira também nosso vídeo sobre o tema no nosso canal do Youtube, ao final do vídeo, sugiro como fazer um exercício bem prático e legal para perceber essa diferenciação de experiência que a decoração provoca.


E que tal ter o acompanhamento de um arquiteto durante o processo de escolha da sua decoração? Clique aqui e marque uma conversa comigo, podemos analisar juntos o melhor serviço para o seu caso!

Conte pra gente nos comentários o que você achou deste tema! Ainda resta alguma dúvida? Entre em contato conosco que teremos o maior prazer em responder todas as suas dúvidas!