• Arquiteto Elimar do Carmo

12 PLANTAS PARA DECORAR DENTRO DE CASA


Existem inúmeros benefícios em utilizar plantas na decoração da sua casa. Devemos considerar que por milhões de anos vivemos na natureza, rodeados de vida natural ao nosso redor, e estudos recentes na área da Neuroarquitetura comprovam que ter estes elementos em nossa volta trás benefícios psicológicos e biológicos para nosso bem estar!

Além disso, a vegetação decorativa nos ambientes possui um imenso valor estético, podendo transformar ambientes, deixando-os mais aconchegantes, charmosos e até melhorando a qualidade do ar. E se você não possui varandas ou quintal em casa, não se preocupe! Essas 12 espécies se desenvolvem muito bem em vasos posicionamos dentro de sua casa. Saiba mais e escolha a sua preferida: LEIA TAMBÉM: COMO USAR PLANTAS NATURAIS NA DECORAÇÃO (SEM QUE ELAS MORRAM)

SUCULENTAS

As queridinhas do momento, e não é atoa que essas plantas se tornaram tão famosas na decoração. Além de apresentarem uma variedade gigante de espécies e estética diferentes, elas são muito resistentes e fáceis de cuidar. Seus caules, raízes e folhas grossas armazenam bastante água durante períodos prolongados, o que diminui muito o cuidado e a frequência das regas. Contudo, elas gostam muito de luminosidade, exigindo pelo menos 4 horas de sol diárias.

Essas plantas são ótimas para quem está começando pois elas costumam avisar o que precisam:

- Se as folhas começarem a murchar, aumente gradativamente a quantidade de água;

- Se as folhas da base começarem a apodrecer, diminua;

- Se ela ficar fina e perder muitas folhas, não está recebendo a quantidade necessária de luz.

CACTOS

Muito em alta nas decorações atualmente, os cactos possuem uma alta resistência e são ideias para quem não tem tempo ou jeito de cuidar das plantinhas. A espécie gosta de muitas horas de luminosidade direta e bem pouca água. Quanto mais sol seu cacto recebe, mais bonito e robusto ele ficará, entretanto, quanto plantado em vasos, seu crescimento é pausado quando ele percebe que o espaço acabou. (fica a dica: quando maior o vaso, mais seus cactos crescem)

CRÓTON

Está espécie é bastante marcante na decoração, possui grandes folhas coloridas, brilhantes e um pouco retorcidas, variadas tamanho e mesclando diferentes tons de vermelho, roxo, rosa, branco, amarelo, verde ou laranja.

Sua beleza somente é mantida se você fornecer bastante sol direto para a planta, então separe locais bem próximos das janelas para cultivá-la e evite ambientes com ar condicionado. Dica: utilize luvas ao manipular esta planta, pois sua seiva pode provocar irritações na sua pele.

PEPEROMIA

Uma das minhas preferidas e usada dentro e fora do nosso escritório. A peperômia tem uma folhagem suculenta e em formado de coração, são bastante ornamentais e boas para se utilizar em estantes, jardins verticais ou vasos suspensos. Deve ser cultivada em meia sobra e aguenta até iluminação fluorescente (o que torna ela muito boa para escritórios).


CICLANTO

Possuem uma estética única, com um minúsculo caule e folhas exuberantes e "amassadas". Gostam de meia-sombra e não necessitam de vasos muito fundos. Uma dica é cobrir a superfície da terra do vaso com casca de pinus para preservar por mais tempo a umidade da terra e aumentar o tempo entre as regas, já que está é uma planta que gosta muito de umidade.

ZAMIOCULCA

Suas folhas verde escuro e super brilhantes, com aspecto de cera, conferem a esta planta uma estética única e fácil de combinar com qualquer estilo de decoração.

São uma excelente escolhas para ambientes com baixa luminosidade natural, como corredores e banheiros, onde plantas naturais dificilmente sobreviveriam. Também se adaptam muito bem em ambientes com ar condicionado devido sua alta resistência, o cuidado fica por conta da quantidade de água nas regas: é preferível deixá-la passar sede do que regar em excesso.


SAMAMBAIA

Possuem uma textura linda em suas folhas longas e pendentes. Para tirar o máximo de proveito dessa estética, plante-as em vasos suspensos ou em locais mais altos. Escolha este local com base na iluminação difusa ou meia sombra, evitando principalmente o vento, que pode queimar as folhas mais jovens da sua samambaia.

ORQUÍDEAS

Muito comum de ser comprada para presentear e campeã no uso interno por pedir poucos cuidados. Entre as espécies mais comuns está a falenópsis, cujas flores variam entre o branco, o rosa, o amarelo e a púrpura. Geralmente, necessitam de um tutor para serem escoradas e verticalizadas, devem ser cultivadas a meia sombra recebendo iluminação indireta. Caso note que a folhagem está ficando escura, mude a planta de local.

Também é válido a substituição de vasos para troncos, vasos de barro ou perfurados na lateral, pois estes modelos permitem maior drenagem da água.

PALMEIRA-LEQUE

Suas lindas folhas grandes, plissadas e com margem dentada roubam a cena de qualquer ambiente, atraindo os olhares para seu leque verde brilhante. Por ter um crescimento muito lendo, são ótimas para o plantio em vasos internos, contudo deve-se fornecer bastante espaço e iluminação, sem a presença de ventos fortes e aparelhos de ar condicionado.

Alguns cuidados são importantes para mantê-las saudáveis, como remover folhas secas, adubar a espécie durante o verão e o reenvase a casa dois anos.

YUCCA

Possuem um aspecto escultural devido a suas longas, rígidas e pontiagudas folhas de bordas serrilhadas. Devem ser envasadas ainda jovens e posicionadas em locais com bastante claridade e ventilação, depois de adaptadas ao local, se tornam extremamente resistentes.

Suas folhas mortas podem demorar a cair, formando uma saia sob a copa, como ocorre em algumas palmeiras. também deve-se evitar o excesso de água, pois provoca o apodrecimento das raízes.



CAMERÓREA-ELEGANTE

Uma palmeira de pequeno porte que ama ambientes bem iluminados, porém com luz difusa (sem luz direta do sol pois esta pode queimar as suas folhas longas e brilhantes). Se ela apresentar folhas secas ou amareladas, pode ser indício de carência de umidade. Evite colocá-la em ambientes com muito vendo ou com ar condicionado.

LANÇÃ-DE-SÃO-JORGE

Suas folhas cilíndricas, rígidas e verticais conferem a essa planta uma estética bem opulenta e exuberante. Adoram ambientes internos a meia sombra porém também aceitam ser cultivadas sob sol pleno e luz difusa. São muito resistentes, exigem pouca água e aguentam até ambientes com ar condicionado. Para diferenciar sua decoração, pode-se trançar suas folhas ou escorá-las para que não tombem com seu peso.



LEIA TAMBÉM: COMO USAR PLANTAS NATURAIS NA DECORAÇÃO (SEM QUE ELAS MORRAM)


Gostou deste conteúdo? E que tal ter o acompanhamento de um arquiteto para a escolha das plantas e de toda sua decoração? Clique aqui e solicite uma conversa com o arquiteto Elimar do Carmo