• Arquiteto Elimar do Carmo

12 ERROS COMUNS NA HORA DE DECORAR!

Atualizado: Jul 9

Hoje vim trazer pra vocês um compilado de erros que as pessoas normalmente cometem na hora de decorar uma casa, seja na etapa de construção, reforma, ou até mesmo aquela leve mudança de mobília. Confira essas 12 dicas e tome decisões bem mais assertivas na sua próxima decoração:


O MESMO ESTILO PRA CASA TODA

Tem muita gente que ainda tem um pensamento ultrapassado de ter que manter o mesmo estilo na casa toda para não ficar "brega". Contudo isso também é mito e um grande limitador na hora das escolhas.

Normalmente, o resultado de uma decoração acaba sendo uma mistura de dois ou 3 estilos diferentes, uma ideia muito usada aqui no escritório é sempre pegar um estilo base para toda a casa e em cada cômodo ir mixando com outros estilos diferentes. Entretanto nada impede que dois cômodos da casa sejam de estilos completamente diferentes, desde que esses cômodos não sejam integrados (como uma sala e cozinha integrada) ou que de um ambiente você consiga olhar o outro (como uma sala com uma parede de vidro dando para uma área gourmet externa).


REFERÊNCIA

É bem comum hoje em dia que o primeiro impulso ao decidir trocar a decoração é ir correndo para a internet atrás de referências, seja no Pinterest ou nas redes sociais. E isso é ótimo para ampliar nossa visão sobre as possibilidades.

Entretanto, um erro bastante comum é a falta de filtro na hora da escolha dessas referências. Lembre-se que elas são referências e não projetos feitos pro seu ambiente que devem ser identicamente copiados. Muitas coisas que vimos na internet são ambientes gringos com uma realidade climática e mercadológica bem diferente da nossa. Se você não filtrar essas referências, pode acabar frustrado com itens absurdamente caros na sua lista ou até mesmo que você não achou em lugar nenhum pra comprar, ou até mesmo com um ambiente lindo porém super desconfortável.


MATERIAIS PROIBIDOS

Muitas pessoas ainda acham que um único material ou item consegue ditar todo o estilo da sua decoração, e acabam muito limitados nas opções de revestimentos e materiais. Um exemplo clássico aqui no escritório são pessoas que descartam a madeira na decoração por não gostarem de um estilo mais rústico. Esse pensamento acaba limitando o trabalho de escolha da decoração e pode resultar em ambientes monótonos, sem personalidade e variação de textura.


COMPRAR MÓVEIS ANTES DO PROJETO

Na ansiedade de ir para as compras e escolher os itens da sua decoração, muitas pessoas queimam a largada e compram antes de terminar o planejamento/projeto do espaço. Isso pode gerar alguns problemas como por exemplo sofás que não cabem na sala ou peças que não tem lugar na decoração e acabam na dispensa. Sempre planeje 100% da reforma antes de comprar a primeira peça, pois se precisar trocar modelo ou tamanho de alguma coisa, ainda vai dar tempo.


COMPRAR PEQUENOS ANTES DOS GRANDES

É mais comum do que você imagina apesar de ser completamente contra a lógica: você acha que devemos comprar os livros (ou objetos decorativos) ou a estante primeiro? Muitas pessoas podem pensar que comprar os livros/objetos antes vai dar uma noção melhor do tamanho da estante/prateleira que devemos comprar, contudo esse erro acaba resultando muitas vezes em um estouro de orçamento e uma sala cheia de livros no chão esperando a verba para comprar a estante.

Sempre priorize a compra dos itens maiores e mais caros da sua decoração, antes de comprar as miudezas. Um projeto de interiores por exemplo tem por finalidade justamente planejar os tamanhos das estantes/prateleiras para que caiba tudo que você precisa antes mesmo de comprá-los.


ELETRODOMÉSTICOS EMBUTIDOS

Sempre que tiver eletrodomésticos embutidos em marcenaria, compre TODOS antes de mandar para o marceneiro. Isso evita bastante dor de cabeça já que existe uma variação de tamanhos no mercado. Em projetos de interiores que o cliente não decidiu ainda o modelo dos embutidos, sempre deixamos uma medida padrão para atender a maioria dos tamanhos do mercado, mas ainda sim aconselhamos a comprar antes de mandar o marceneiro fazer a mobília para que seja ainda possível certas adaptações.


BANCADAS

O mesmo erro pode ser cometido nas bancadas de mármore, granito, etc. Sempre compre todos os acessórios que exigem corte na bancada antes de mandar que seja feita na marmoraria. Isso evita a limitação de opções na hora da compra. Muitas marmorarias hoje em dia até pedem os acessórios para fazer os cortes exatos, como forma de evitar isso. Em projetos de interiores, sempre indico o eixo central de corte dos acessórios das bancadas para garantir o alinhamento, contudo não colocamos os tamanhos de cortes justamente para evitar erros de compatibilidade.


ILUMINAÇÃO:

Alguns podem achar que ao chegar na parte da iluminação a única decisão que devemos tomar é se queremos uma luz quente ou fria, contudo esquecem que a luz é parte fundamental para um bom resultado final. A quantidade de luz, o tipo de luz (se direta, indireta, focada ou ampla) e até mesmo a falta de luz são elementos cruciais para criar a ambiência desejada.

Imagine um jantar romântico à luz de vela em um restaurante com muita luz no teto: a ambiência não será nada romântica. O mesmo erro pode ocorrer se deixarem a luz apenas por conta das velas e ficar muito escuro a ponto dos garçons não conseguirem ver as mesas. Deve-se calcular com precisão a quantidade e o tipo de luz para resultar na ambiência desejada.


PENSAR SÓ NA ESTÉTICA

É bastante comum associarem a decoração apenas ao fator estético do espaço, quem nunca ouviu a frase: "quero uma decoração nova pra deixar a casa mais bonita". Entretanto focar apenas na beleza é um erro bastante comum e grave.

A decoração precisa ir além da beleza, ela precisa considerar suas necessidades funcionais. Além de escolher coisas bonitas e que combinam, deve-se pensa por onde você passa no ambiente, o que você precisa guardar e perto de onde, onde pode colocar eletrodoméstico e onde não pode, onde tem tomada e onde não tem, onde bate mais luz e menos luz, onde você precisa carregar o celular, etc.


MENOS É MAIS

Outro erro comum é pecar pelo excesso de decoração. Deve-se estabelecer um limite de objetos e volume em casa ambiente pois o vazio também é um elemento estético e harmônico. Trabalhe sempre com destaque e contraste entre as peças.

Claro que existem estilos (como o Kitsch, que inclusive amo) que intencionalmente exageramos na decoração propositalmente. Contudo quanto mais exagerado for o resultado mais difícil será o processo de escolha pra não ficar ruim. Lembre-se, não é impossível decorar com a premissa MAIS É MAIS, mas é mais difícil e pode demandar a experiência de um profissional pra isso.


TAMANHO PADRÃO

Na hora da dúvida quem nunca pesquisou na internet "altura ideal de..." ou "tamanho ideal para..."? É um erro bastante comum se apoiar nos tamanhos ditos como ideias para o mobiliário sem considerar as diferenciações de tamanho corporal de cada pessoa. Convenhamos, você acha que a altura de uma pia de cozinha ideal para uma pessoa de 1,85m de altura lavar a louça vai ser a mesma altura ideia para uma pessoa de 1,45m de altura?

Essa é uma das grandes vantagens de contar com um projeto de interiores pois assim é possível personalizar todas as medidas para o seu tipo corporal.


TÁ NA MODA!

Apesar de ser mais reconhecido no mercado do vestuário, esse erro também é bastante cometido na decoração. Lembre-se que, como foi dito anteriormente, a decoração vai muito além do fator estético, ela serve para facilitar seu dia a dia além de transmitir quem você é, a sua personalidade. É essa impressão da sua identidade no ambiente que vai gerar o sentimento de pertencimento e melhorar sua qualidade psicológica e emocional ali.

Sendo assim, NÃO SIGA MODINHA de decorações a menos que elas realmente façam sentido para você e para sua identidade! Colocar cor tal na parede só por ser a cor do ano, ou encher o apartamento de de objetos que você nem sabe pra que serve ou qual seu significado é o mais DÉMODÉ que você pode alcançar.


Conte pra gente nos comentários o que você achou deste tema e se você já cometeu algum desses erros! Ainda lhe resta dúvidas? Entre em contato conosco que teremos o maior prazer em respondê-las!



Gostou desse conteúdo? Confira também nossos vídeos sobre o tema no nosso canal do YouTube:




E que tal ter o acompanhamento de um arquiteto durante o processo de decoração? Clique aqui e marque uma conversa comigo, podemos analisar juntos o melhor serviço para o seu caso!